Qualidade de Vida

O que aconteceu quando comecei a seguir a dieta do Dr. Lair Ribiero por um mês (nada de glutem, laticínios ou açúcar)

dilari107/09/2017 - Depois de passar por vários momentos difíceis eu me atirei nos doces e engordei 7 kg em um mês! Sim meu amigo, engordar é literalmente “mamão com açúcar”, emagrecer que é difícil. Fora os quilinhos a mais eu me sentia pesada, sem energia e todos os problemas me deixavam para baixo. A pá de cal foi após minha mãe alertar que eu estava “cheinha” (quando as mães usam eufemismos para descrever o peso é porque a coisa tá feia) então, decidi tomar uma atitude. Como já conhecia o trabalho do Dr. Lair, fui tentar seguir suas recomendações!

Leia mais...

Mirtilo para o bem da saúde

mirsau1Por Thaís Manarini, 28/10/2016 - Também conhecida como blueberry, essa frutinha estrangeira está cada vez mais comum por aqui. Sorte a nossa. Ela tem um arsenal de substâncias capazes de proteger o coração, afiar a memória e até melhorar a mobilidade. Originário de regiões da América do Norte e Europa, o mirtilo começou a ser cultivado no sul do Brasil, onde o clima é mais propício, em meados da década de 1980. Só agora, porém, está invadindo pra valer nossas feiras e supermercados. Com esse aumento da oferta, o preço, que antes assustava, está mais acessível. Melhor pra gente, que pode saborear um dos alimentos mais poderosos de que se tem notícia nos últimos anos.

Leia mais...

O que o jejum faz ao seu cérebro

jecere1Mark Mattson, o atual chefe do Laboratório de Neurociência do Instituto Nacional de Envelhecimento e também professor de neurociência na Universidade Johns Hopkins, um dos mais respeitados pesquisadores na área de mecanismos moleculares e celulares para desordens neurodegenerativas, deu um TEDx que deveria ser assistido (em inglês). Existem exemplos incontáveis da manipulação de pesquisas publicadas pelas industrias farmacêuticas nos anos recentes. É por isso que o professor de medicina de Harvard Arnold Symour Relman disse ao mundo que a profissão medica foi comprada pela indústria farmacêutica.

Leia mais...

Neurocientista diz que ninguém deveria estar na escola às 7h da manhã

auman1PorKarlla Patrícia - Acordar cedo já não é muito agradável e quando é preciso estudar é pior ainda. A privação de sono tem efeitos nocivos ao organismo e dentre outros problemas, pode resultar em baixa performance escolar, aumento de peso, sintomas depressivos, declínio da atividade física. Fernando Louzada, neurocientista pós-graduado pela Harvard, defende veemente a mudança do horário de estudo para alunos do período da manhã. Segundo ele, o sono é importante não só para a concretização do aprendizado. O sono e mais individualmente os sonhos permitem a geração de novas ideias, a criatividade e, consequentemente, a capacidade de resolução de problemas.

Leia mais...

Translate

Portuguese English French German Italian Russian Spanish

Curta nossa página

Mundo

Publicidade