Qualidade de Vida

45 anos, colesterol e pressão normais, há tempos parei de fumar, mas...tive infarto..porquê?

infarto2Esse personagem do título da matéria existe e não é rara essa ocorrência. Uma obstrução de um vaso sanguíneo, a artéria coronária, que irriga e leva oxigênio para o coração, é o que provocou o infarto. Para isso acontecer, as causas, chamadas de fatores de risco, deverão agir por anos seguidos numa pessoa. A Medicina conseguiu descobrir alguns desses fatores, e considerou quatro como principais: o colesterol ruim (LDL) acima do normal de 130mg/dl; pressão arterial acima de 130x85, não controlada por meses, o tabagismo (de cigarro ou charuto ou cachimbo) há pelo menos 15 anos e vida sedentária a maior parte do dia. Ao lado desses, ...

Leia mais...

Paciente recebe traquéia feita das suas próprias células-tronco !

claudiacastilloMulher de 30 anos recebeu órgão novo há quatro meses sem remédios anti-rejeição. Cientistas da Espanha anunciaram que fizeram o primeiro transplante de um órgão cujo tecido foi desenvolvido a partir das células-tronco do próprio paciente. Todas as células do órgão do dador foram retiradas e substituídas por células criadas ...

Leia mais...

Amianto: Mineral cancerígeno

amianto3O Amianto usado em caixas d’água é cancerígeno? O Amianto pertence a uma família de minerais fibrosos que são encontrados em depósitos subterrâneos, essa fibra mineral é usada no isolamento das casas, na proteção ao fogo (em roupas de segurança), caixas d’água, pisos, telhas, componentes de freios de automóveis, revestimentos de máquinas e alguns tipos de material plástico.  A vasta utilização do amianto é explicada por suas propriedades: resistência ao fogo e à corrosão, pouco peso e baixo custo de produção.  A inalação do amianto é considerada extremamente nociva à saúde, causando diversos tipos de doenças pulmonares. Acredita-se que as fibras de amianto são responsáveis pelo aumento do risco de câncer de ...

Leia mais...

Estudo Alerta: Som alto em mp3 players pode causar surdez !

surdezMilhões de jovens na Europa correm o risco de sofrerem perda de audição permanente depois cinco anos se continuarem ouvindo música muito alto em seus players de MP3 por mais de cinco horas por semana, afirmaram cientistas da União Européia. A pesquisa, encomendada pela Comissão Européia, ataca o conceito de "entretenimento do ruído", afirmando que crianças e adolescentes devem ser protegidos de volumes sonoros cada vez maiores de todo o tipo de aparelhos, incluindo celulares.

Leia mais...

Translate

Portuguese English French German Italian Russian Spanish

Curta nossa página

Mundo

Publicidade