Verdades Incovenientes

“Vivemos um tempo de secreta angústia: o amor é mais falado que vivido”

solifa1Texto de Luciana Chardelli - O sociólogo polonês Zygmunt Bauman declara que vivemos em um tempo que escorre pelas mãos, um tempo líquido em que nada é para persistir. Não há nada tão intenso que consiga permanecer e se tornar verdadeiramente necessário. Tudo é transitório. Não há a observação pausada daquilo que experimentamos, é preciso fotografar, filmar, comentar, curtir, mostrar, comprar e comparar. O desejo habita a ansiedade e se perde no consumismo imediato. A sociedade está marcada pela ansiedade, reina uma inabilidade de experimentar profundamente o que nos chega, o que importa é poder descrever aos demais o que se está fazendo.

Leia mais...

Síndrome Aerotóxica – o segredo mais bem guardado da aviação - Parte 1

toxavi207/04/2010 - Levante a mão quem já saiu de um avião a sentir-se inexplicavelmente...doente? Muitas pessoas sentem "jet lag" depois de voarem através de vários fusos horários, o que faz sentido, e podem demorar vários dias a ajustar-se. Mas o que dizer das muitas que se sentem gravemente doentes durante dias, semanas, meses e até anos, após um voo de curta distância com uma "ocorrência de fumo"? 

Leia mais...

Síndrome Aerotóxica – o segredo mais bem guardado da aviação - Parte 2

toxavi3No entanto, receia-se que os académicos, que adoram a abordagem da "investigação sem fim", prefiram demorar mais 10 anos a chegar à conclusão cautelosa de que a inalação de fumos de óleo num espaço confinado, considerando todos os aspectos, "pode" ser prejudicial. O problema é que a aceitação da síndrome aerotóxica correria o risco de arruinar as indústrias aeroespacial e médica. Exporia, também, muitas universidades dedicadas à investigação que são, de facto, fachadas da negação e que, muito provavelmente, estão no bolso de outras indústrias relacionadas.

Leia mais...

A verdadeira face de Nelson Mandela

manmor1Por Paulo Kogos, 09/12/2013 - Dedico este artigo ao povo sul-africano, especialmente às vítimas do apartheid, do terrorismo comunista, da barbárie de Mandela, do regime do CNA e dos genocídios. Descansem em paz. Para o historiador John Dalberg-Acton, o 1º barão Acton, o guia da História não é Clio, uma das musas gregas inspiradoras das ciências, literatura e arte. Este papel caberia a Radamanto, um dos juízes do mundo dos mortos, carrasco dos injustos e vingador dos inocentes.

Leia mais...

Translate

Portuguese English French German Italian Russian Spanish

Curta nossa página

Mundo

Publicidade