Lugares Extraordinários

Tashirojima, a Ilha dos Gatos

ilhaga topoTashirojima é uma pequena ilha, com 3,14 km ², conhecida como “Ilha dos Gatos“, devido à população numerosa de felinos que vivem lá, superando inclusive ao número de moradores que não passam de 80. A população caiu cerca de 90% em relação à 50 anos atrás e atualmente cerca de 83% dos habitantes possuem mais de 65 anos, o que traz uma certa preocupação em relação ao futuro da ilha. Tashirojima fica a 20 km da cidade de Ishinomaki em Miyagi ken, área onde ocorreu o terremoto e tsunami de 2011. Os gatos são símbolos de sorte e proteção e como o local não foi completamente devastado pelo desastre, as pessoas passaram a acreditar mais ainda nisso.

Leia mais...

O Convento de La Scarzuola

conv topoSituado em Scarzuola é uma cidade rural de ‘Umbria, o convento católico de LA SCARZUOLA na Itália é um lote de terra com vários edifícios, monumentos e memoriais. Pode parecer um lugar santo e salutar, mas uma olhada detalhada nas estruturas irá revelar a presença de ocultismo, paganismo e símbolos maçônicos. Scarzuola - Coordenadas: N ° 42,898577 12,152892 ° Scarzuola é uma cidade rural de ‘Umbria, localizada no ...

Leia mais...

Mina de diamantes é capaz de 'engolir' helicópteros na Rússia

kyop12015 - No meio do nada. Pior ainda: no meio de um "nada" gelado. Uma cidade inteirinha foi construída à beira de um buraco. E não é qualquer buraco, não. É uma cratera de proporções inacreditáveis. Capaz de derrubar helicópteros. E ela esconde uma das maiores riquezas do planeta. O Fantástico foi até o "umbigo do mundo". "Ir para a Sibéria" é uma expressão bem conhecida. Significa mais ou menos "ir para o fim do mundo". E alguns lugares de lá são piores que outros. Mirny, por exemplo, fica longe de tudo e de todos. Mesmo assim, 35 mil pessoas moram em Mirny, debruçadas em um buraco.

Leia mais...

A mina de Sal de Wieliczka

salmin2Wieliczka é uma cidade do sul da Polónia, na área metropolitana de Cracóvia, situada na região de Pequena Polónia. Foi fundada em 1290. Sob a cidade de Wieliczka, existe uma das mais antigas minas de sal do mundo, ainda em funcionamento. A mina é famosa por ter uma longa tradição de visitas turísticas. Foi visitada por diversas figuras culturais proeminentes, tais como Nicolau Copérnico, Goethe, Alexander von Humboldt, Dmitri Mendeleev, Robert Baden-Powell, Karol Wojtyla (mais tarde papa João Paulo II), Bill Clinton, assim como por inúmeras pessoas anónimas. Durante a segunda guerra mundial, as minas de sal foram ocupadas pelos alemães, como armazém para fábricas de produtos militares.

Leia mais...

Translate

Portuguese English French German Italian Russian Spanish

Curta nossa página

Publicidade