Respirar pela boca causa desde infecções até flacidez do rosto !

bocaeJá prestou atenção na sua respiração? Ela é responsável pela saúde e bem-estar do dia-a-dia e, quando incorreta, pode oferecer problemas a curto e longo prazo além de garantir noites mal dormidas, perda de paladar, defeitos na face e desalinhamento dos dentes. “As pessoas acabam se acostumando a essa condição e não procuram tratamento. Isso pode ser um risco para a saúde, trazendo diversos problemas futuros”, afirma o otorrinolaringologista clínico Leonardo de Sá. Ele também explica que, quando respiramos pela boca, perdemos a segurança que as vias nasais oferecem além de apresentar riscos para a laringe, traquéia e pulmões. Quando apresentamos qualquer doença ...

 

que impeça ou dificulte a passagem de ar por ele, começamos a utilizar a boca como via respiratória. Sendo assim, as principais causas de respiração bucal crônica são as alterações e doenças do nariz e dos seios da face , diz o médico. Dentre os principais motivos para a respiração bucal estão o desvio do septo nasal, as rinites, os pólipos nasais, as sinusites agudas e crônicas e a hipertrofia de adenóide, esta principalmente em crianças.

Leia também - A Enxaqueca

Depois de algum tempo respirando pela boca, o organismo acaba exposto a diversos problemas de saúde. Infecções, como as faringites e amidalites, estão entre elas. Em crianças, a respiração bucal altera o posicionamento da língua, gerando distúrbios da deglutição, e leva a uma flacidez da musculatura face, que passa a ser menos exigida. Com o decorrer dos anos, principalmente as crianças que ainda estão em desenvolvimento, podem sofrer deformidades da arcada dentária e dos ossos da face.

Tratamento

O diagnóstico da causa da respiração bucal é dado em uma consulta com o médico-otorrinolaringologista. Este especialista, munido de exames complementares como a endoscopia nasal (realizada no consultório após uma aplicação de anestésico na forma de spray), pode inclusive verificar se a respiração bucal do paciente não faz parte de situações mais complexas como a síndrome de apnéia do sono. Cada caso precisa ser tratado de um jeito e pode variar de um simples tratamento de rinopatia, até cirurgias para correção de desvios nasais.

Respirar pela boca faz mal....SIM!!

A respiração oral prolongada pode trazer danos ao indivíduo. Somente o nariz tem a capacidade de FILTRAR, AQUECER E UMIDIFICAR o ar, preparando a corrente aérea que chegará até os pulmões. Para que essas funções ocorram, a cavidade nasal deve estar livre de qualquer fator que possa dificultar ou impedir a respiração pelo nariz, acarretando a necessidade de participação da boca. Alguns fatores que podem obstruir as vias aéreas superiores (nariz, faringe e laringe):

- hipertrofia (crescimento exagerado) de amígdalas palatinas e/ou adenóide,
- desvio de septo,
- sinusite,
- rinite alérgica,
- pólipos,
- cistos, etc.

Leia também - Odores durante o sono influenciam os sonhos

Dentre uma extensa lista de comprometimentos, a respiração oral prolongada pode causar problemas no desenvolvimento dos ossos do crânio e da face, alterações no posicionamento dos dentes e oclusão, alterações na postura corporal e, até déficits de atenção. Sendo assim, fique atento se você ou algum conhecido, principalmente criança, estiver respirando pela boca constantemente (não apenas no breve período de uma gripe/resfriado). Consulte o médico otorrinolaringologista para o diagnóstico e tratamento adequados. No caso de respiração oral viciosa, ou seja, não utilização do nariz sem que haja qualquer tipo de obstrução, faz-se necessária a intervenção do FONOAUDIÓLOGO, realizando trabalho específico para reaprender a utilizar a cavidade nasal.


Fonte: www.minhavida.com.br
          Dicas e orientações fonoaudiológicas - Marcia Palamim

Compartilhe

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Translate

Portuguese English French German Italian Russian Spanish

Curta nossa página

Mundo

Publicidade