Poder por trás da energia - Parte 1

poerne1 topo1o princípio de tudo, a energia. A história do ser humano sempre esteve ligada diretamente a ela. Desde a luz solar como elemento fundamental para a criação da vida em nosso planeta até a invenção da bomba atômica. O ser humano aprendeu a explorar a energia, mas nunca imaginou que sua própria avareza o levaria a uma situação insustentável e sumamente perigosa. Uma situação onde uns poucos controlam os recursos de muitos,ou seja, os de TODOS. Há muito dinheiro em jogo e poder, portanto muitos interesses.

A cobiça teria impedido um maior desenvolvimento tecnológico e energético? Há muitos intresses de grandes grupos econômicos frustrados no poder. Pode uma sombra obscura ter ameaçado o destino de homens valentes que tentaram mudar o mundo em que viviam? Quem esta movimentando os fios do nosso presente? Poderíamos estar vivendo em um mundo muito melhor? Quem tem o noso futuro em suas mãos?Tentaram enclausurar o nosso conhecimento. O cohecimento ao nosso alcance mas oculto a olhos nus por um inimigo que supostamente se extende também a indústria, os governos e os meios de comunicação. Fomos enganados? Se fizeram isso, porque nao percebemos? Para obter as respostas adequadas precisamos fazer as perguntas corretas. Porque dependemos de um recurso escasso como o petróleo...varios homens lutaram e continuam lutando contra a incompreenção, a inveja, as ameaças e a sua privação de liberdade. Existem os que acreditam que houve uma conspiração contra seus projetos. Para alguns não resta dúvidas de que eles foram atacados deliberadamente! Em suas vidas póde estar a chave do que aconteceu com eles e do que esta acontecendo conosco. Mentiras, traições, sabotagens e morte. Esta é a história dos sonhos e invensões de pessoas que enfrentaram os maiores obstáculos e de pessoas que como nós, talvez vivam enganadas sem saber. Mas sobretudo, a história do principal suspeito na sombra: O PODER POR TRÁS DA ENERGIA!

poerne2

A energia sempre voi poder. Os sacerdotes das civilizações antigas obtinham autoridade pela crença de seu povo sobre o seu controle sobre a fonte mais visível de energia e vida: o Sol !

Héctor Poggi, pesquisador, méxico: "A energia é solar direta ou solar indiretamente. Nosso gênesis energético esta no sol."

poerne3

Os sacedotes não foram os únicos a se dar conta do poder resultante do controle da energia. As culturas que primeiro conseguiram aproveitar a energia de uma maneira domesticada com o desenvolvimento das primeiras técnicas agrícolas ao entender os ciclos solares e com o avanços no armamento bélico, resultando da manipulação do fogo, foram as primeiras que conquistaram o poder na antiguidade.

poerne4

No mundo moderno tudo mudou com o aparecimento de uma nova e voraz demanda de energia. A era industrial havia começado. Ironicamente a energia não só se transformou em um recurso primário desse mundo industrial como também passou a ser uma indústria em si mesma. E com isso os empresários passaram a ser os distribuidores e concentradores energéticos do planeta.

Manuel Rodriguez Becerra, ex-ministro do meio ambiente da Colômbia: "Essa riqueza em biodiversidade e água não pode estar subordinada a interesses empresariais de grupos poderosos multinacionais e nacionais de curto prazo."

Shin Kim, gerente do Golden Oil Corporation da Argentina: "Sempre será uma guerra de interesses e na guerra sempre haverá vítimas."

Grandes cientistas se opuseram a intersses econômicos implacáveis, planejando fórmulas novas para desenvolver alternativas ao petróleo. É o caso de:

poerne5 nikola
NIKOLA TESLA

poerne6 rudolf
RUDOLF DIESEL

poerne7 eugene
EUGENE MALLOVE

poerne8 stanley
STANLEY MEYER

poerne9 paul
PAUL PANTONE

Entre outros tantos. Todos eles tem uma visão a frente de sua época e o desejo de fazer avançar a sociedade em direção a um futuro mais limpo e mais justo. Desde a transmissão sem fio de energia até o uso de combustíveis alternativos, esses homens dedicaram suas vidas a buscar as soluções para os problemas que enfrentamos como sociedade.

Bill Gates: "Na verdade se pudéssemos identificar para baixar o preço, para reduzir a pobreza, certamente nós escolheríamos a energia. A revolução do carvão alimentou a revolução industrial e com isso as civilizações realmente avançadas são baseadas nos grandes avanços da energia."

Carlos ST. James, presidente Lac Dore/argentina: "O tema da energia em nível mundial esta ganhando uma importancia cada vez maior no século XXI."

Juan Ricardo Lauretta, cientista e tecnólogo, argentina: "O que esta em jogo é, nem mais nem menos, do que a sobrevivência da humanidade."

Julio Fierro, geólogo e ativista, Colômbia: "Estamos simplesmente sendo os cúmplices deste capitalismo global e das empresas transnacionais, que estão provocando um problema de iniquidade gigantesco no mundo todo e que, se isso continuar, as tensões podem ser crescentes e chegar a um momento crítico que ninguém quer."

Andrea Echeverri, ecologista, Colômbia: "A escala de valores está de cabeça para baixo. Tudo que importa é o dinheiro."

No entanto existia uma pessoa que estava convencida de que manipular a energia não era uma arma de controle mas a promessa de um mundo melhor.


NIKOLA TESLA

poerne10

Quando chegou aos EUA, o mundo estava a ponto de mudar para sempre. Como se fosse um presságio, seu nascimeto foi durante uma tormenta elétrica. Desde muito pequeno ele tinha visões, era místico e se imaginava no futuro controlando a água e a eletricidade. Seu pai era sacerdote e queria que Nikola seguisse seus passos. Tesla entrou em crise e esteve a ponto de morrer, não permitiam que ele sonhasse. Intransigente com a vocação do filho seu pai fez então um juramento: se seu filho sobrevivesse permitiria que ele estudasse engenharia.

poerne11

Tesla ouviu que se ele se recuperasse ele iria fazer o que desejasse. Entao tomou a decisão de estudar engenharia. Tesla não era um estudante comum. Logo se destacou. E seus professores não entendiam a sua capacidade de realizar operações de cálculo avançado em sua mente. Essa mente poderosa o levou a vislumbrar o futuro. Durante uma visão tesla desenhou o diagrama de sua invensão na areia. Logo nasceria a corrente alternada. Algo que usamos todos os dias no mundo todo para transmitir a luz elétrica.


RUDOLF DIESEL


poerne12


Por volta da mesma época de Tesla (16/07/1893), em Berlim, um engenheiro alemão estava para projetar o primeiro motor capaz de funcionar a base de óleo vegetal, seu nome...Rudolf Diesel. Foi um homem muito dedicado a enterder a termodinâmica dos motores de combustão. Uma de suas experiências resultou na explosão do motor em que trabalhava. Diesel passou meses no hospital em recuperção com ferimentos muito dolorosos. Mas o acidente que quase lhe tirou a vida, lhe daria a coragem necessária levar a cabo a invenção que revolucionaria o conceito de consumo energético.

Aos 38 anos de idade, Rudolf ja havia feito uma fortuna com seus projetos e patentes. Em uma feira em París, finalmente apresentaria ao mundo o motor que levaria o seu nome. Ele queria que o motor de combustão tivesse um aproveitamento muito maior e com muito mais eficiencia, que fosse mais barato e mais útil, havendo menos desperdício e menos poluição.

Lamentalvelmente para Diesel seus interesses se chocariam com os interesses de dois poderosos adversários. A indústria incipiente dos combustíveis fósseis e o governo alemão, que temia que os projetos do pesquisador pudessem cair nas mãos da Inglaterra. As mentes brilantes sofreram perseguições, boicotes... Seriam esses inimigos capazes de detê-lo?

Durante séculos, aquelas mentes que ultrapassaram os parâmetros da ciência conhecida foram repudiados, em especial por aqueles instaurados no poder. Inclusive Galileu, que é considerado o pau da ciência moderna. Ele morreu em prisão domiciliar, cego e julgado pela Igreja por sua convicção de que a Terra girava ao redor do sol Quantos não foramos cientista censurados e quantos não terão perdido a vida por isso? Fazem com que artificialmente essas descobertas, invenões, etc estejam fora de hora, realizando isso através de agentes humanos e as vezes com práticas argumentáveis e controvertidas, e as vezes levam a....TRAGÉDIAS. Quantos homens perderam a vida pelo simples fato de estarem a serviço do conhecimento e bem da humanidade? Parece que desconhecemos bastante sobre as tecnologias que nos rodeiam e seus criadores. Aos que estão no poder não convém que sejamos informados, são os mesmos que impedem o desenvolvimento de certas invensões. Os casos a seguir se estiverem certos, mostrariam uma realidade arrepiante.

poerne13
Martin Fleischmann e Stanley Pons

As teorias de Mallove, Meyer e Pandone não são mencionadas em quase nenhuma das faculdades de engenharia do mundo e por esse motivo seus trabalhos são praticamente desconhecidos. Em outra faculdade, na Universidade de Utah, nos EUA, em fins dos anos 1980 (23/03/1989), uma dupla de cientistas, Martin Fleischmann e Stanley Pons afirmaram que haviam conseguido produzir energia de qualidade a partir da fusão a frio.

Um professor egresso do Instituto de tecnologia de Massachusetts, Eugene Mallove (junho de 1990), não só apoiava a teoria mas também assegurava que as notícias ridículas que suas experiências sofreram na mídia eram devido a interesses mais poderosos do que o bem estar da humanidade. Na ciência há os que a desqualificam, que é impossível obter resultado. E principalmente os que a desqualificam são os físicos nucleares, os que tem milhões e milhões em investimentos publicos no estado das universidades para construirem reatoes nucleares.

Mallove era professor de jornalismo científico da Universidade de Boston e no Instituto de Tecnologia de Massachussets. Quase toda a sua carreira foi dedicada a pesquisa de fontes alterntivas às tradicionais que usamos hoje. Seus avanços eram vistos como a solução energética do mundo. Mallove ia se transformar em vítima das notícias ridículas por parte da comunidade científica apenas por divulgar a fusão a frio. Querem nos tratar como crianças e nos fazer crer que avanços como a fusão a frio são coisas que só existem na ficção científica.


STANLEY MEYER


Contemporâneio de Mallove, a quase três décadas em Ohio, Estados unidos, um inventor supreenderia o mundo comum simples video amador.

poerne14

poerne15

poerne16

poerne17

poerne18

poerne19

Stanley Meyer dizia ter inventando uma máquina que só precisava de água para conseguir o hidrogênio, usado como combustível, suas pesquisas surgiram da preocupação que causou o embargo do petrólio em 1973 por parte dos estados árabes aos Estados Unidos e seus aliados. Os brasileiros foram testemunhas de como isso afetou o seu pais na década de 1970 a ponto de ser o estopim para que o Brasil buscasse uma solução nos biocombustíveis. Até 1975 o Brasil dependia exclusivamente de importações de petróleo para manter o seu sistema de transporte e indústria funcionando.

A crise do embargo propiciou, no caso de Meyer, uma patriótico desejo de buscar uma alternativa consistente aos combustíveis fósseis, dos quais ja se sabia que não poderíamos depender por muito mais tempo. Ele seria reconhecido como Inventor do Ano pela prestigiosa edição do "WhosWo in América" de 1993. Stanley Meyer podia rodar até 150 km com um galão de hidrogênio, sem poluir. Seu veículo impulsionado por água na verdade parecia uma especie de Wolksvaguem, era como um carro velho, mas basicamente ele descobriu a fórmula de produzir combustível, era hidrogêncio mas, combustível a partir da água. Segundo Meyer, ele havia conseguido separar o hidrogênio do oxigênio na molécula de água para posteriormente queimar o hidrogênio e fazer funcionar o seu motor com um impacto quase imperceptivel ao meio ambiente.

Em algumas escolas do México está sendo experimentado outro tipo de motores que funcionam também graças a água. Por meio da informação obtida em planos disponíveis pela internet foi possível recriar o motor Pandone. Paul Pandone, assim como Stanley Meyer, após a crise do petróleo começou a se preocupar com o preço dos hidrocarburantes de decidiu fazer alguma coisa a respeito. Em 1979 ele começou a construir um sonho. O sonho de um combustível que permitisse que os motores não produzissem poluição.

Paul Pantone:

"É uma refinaria em miniatura que decompôem atomicamente todo o combustível para ser usado como energia, mas sem causar poluição."

poerne20

poerne21

poerne22

poerne23

poerne24

No início dos anos 1980 ele terminou o seu primeiro protótipo funcional do GEET (Global Environmental Energy Tecnology).

O negócio por trás da energia poderia ser afetado por essas mentes brilhantes, que tentaram mudar o mundo? Sabotagens, conspirações, torturas psicológicas...quando o poder se sente ameaçado, apela para qualquer recurso, desde que mantenha o seu domínio...inclusive A MORTE! A avareza dos poderosos fez com que a exploração da energia entrasse em crise. Ameaças, traições e atentados impediram que os projetos em prol de um mundo melhor fossem realizados. Estaremos a tempo de reverter esse rumo trágico? No conflito da energia sempre ouve dois lados: os que quiseram impulsionar o seu desenvolvimento até limites inimagináveis e os que viram nisso um negócio.

Tesla pensava que seria possível obter uma fonte de energia inesgotável, mas quando o seu futuro começava a ficar mais promissor seus verdadeiros problemas começaram. Ao chegar nos estados Unidos ele só tinha 4 cents no bolso, alguns poemas e uma carta de recomendação dirigida a uma pessoa muito especial: Thomas Alva Edson. Na carta escrita por Charles Becklor, um funcionário da empresa de Édson na Europa, era possivel ler: "Senhor Edson, conheço dois grandes homens, o primeiro e o senhor, o outro é o jovem que leva esta carta."

PARTE 2

Compartilhe

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Translate

Portuguese English French German Italian Russian Spanish

Curta nossa página

Mundo

Publicidade