A Realidade do Mundo: O Gado Humano

gadum2A Matrix é uma das maiores metáforas de todos os tempos. Máquinas inventadas para fazer a vida humana mais fácil acabam escravizando a humanidade. Este é o mais comum dos temas em ficção científica distópica. Porque este medo é tão universal, tão persuasivo? Será por que nós realmente acreditamos que a nossa torradeira e o nosso notebook vão acabar como nossos senhores mecânicos? Claro que não. Este não é um futuro que tememos, mas um passado que ja estamos vivendo. Supostamente, governos foram inventados para tornar nossa vida mais fácil e segura, mas os governos sempre acabam escravizando a humanidade.

Aquilo que nós criamos para nos servir acaba nos dominando. O governo americano, pelo e para o povo, agora encarcera milhões, toma metade da renda nacional à força, regula excessivamente, pune, tortura, massacra estrangeiros, invade países, derruba governos. Impõe 700 bases no exterior, inflaciona a moeda e esmaga as futuras gerações com pesadas dívidas. Aquilo que criamos para nos servir acaba nos dominando.

O problema com a tese do Estado como servo é que ela é historica e completamente falsa, tanto empírica quanto logicamente. A idéia de que os estados foram voluntariamente inventados pelos cidadãos para melhorar a sua própria segurança é completamente falsa. Antes dos governos, em tempos tribais, os seres humanos só podiam produzir o que consumiam. Não havia excesso de produção de comida ou outros recursos, logo, não fazia sentido possuir escravos, pois o escravo não podia produzir um excedente que pudesse ser roubado pelo senhor.

Leia também - Bullying

Se um cavalo puxando um arado só pode produzir alimento adicional para se alimentar, não faz sentido caçar, capturar e amansar um cavalo. Entretanto, quando melhorias na agricultura permitiram a criação de excedentes de colheita, de repente se tornou altamente vantajoso possuir seres humanos. Quando vacas começam a produzir excedentes de leite e carne, possuir vacas passou a valer a pena.

Os governos e impérios mais antigos eram, na verdade, uma classe dominante de caçadores de escravos, que entendiam que o fato dos seres humanos poderem produzir mais do que consumiam, valia a pena caçá-los, captura-los, "amansá-los" e possui-los. Os antigos impérios egípcio e chinês eram, na realidade, criações de humanos, onde as pessoas eram caçadas, capturadas, domesticadas e possuídas como qualquer outra forma de gado.

Devido a melhoramentos tecnológicos e metodológicos, os escravos produziam tanto excedente que o trabalho envolvido em capturá-los e mante-los representava apenas uma pequena parte da produtividade total deles. A classe governante, os fazendeiros, mantinham uma grande porção daquele excedente, dando presentes e pagamentos à classe coatora: a polícia, caçadores de escravos e sádicos em geral; e à classe propagandista: padres, intelectuais e artistas.

Essa situação continuou por milhares de anos, até os séculos 16 e 17, quando, novamente, melhorias maciças em organização agrária e tecnologia criaram a segunda onda de produção excedente. O movimento dos cercamentos reorganizou e consolidou as terras agrárias, resultando em colheitas 5 a 10 vezes maiores, criando uma nova classe de trabalhadores industriais desalojados do campo e correndo para dentro das novas cidades.

Este enorme excedente agrário foi a base do capital que moveu a Revolução Industrial. Esta não ocorreu porque a clase dominante queria libertar seus servos, mas sim porque ela percebeu como "liberdades" adicionais poderiam tornar o seu gado humano incrivelmente mais produtivo. Quando vacas são colocadas em currais muito confinados elas batem as cabeças contra as paredes, resultando em ferimentos e infecções. Portanto os fazendeiros agora lhes dã mais espaço, não porque eles queiram libertar suas vacas, mas sim porque eles querem maior produtividade e custos mais baixos. A próxima parada depois da Pecuária extensiva não é a liberdade. O surgimento do capitalismo de Estado no século 19 foi na verdade o surgimento da SERVIDÃO EXTENSIVA. "Liberdades" adicionais foram concedidas ao gado humano, não com o objetivo de libertá-lo, mas sim com o objetivo de aumentar a sua produtividade. É claro, intelectuais, artistas e padres eram, e são, bem pagos para esconder esta realidade.

O grande problema da propriedade moderna de gado humano é o DESAFIO DO ENTUSIASMO. O capitalismo de estado só funciona quando o espírito empreendedor injeta produtiviade e criatividade na economia. Entretanto, produção excedente sempre cria um estado maior e incha as classes dominantes e seus dependentes, o que corrói a motivação por produtividade adicional. Impostos e regulações aumentam, divida estatal (exploração futura) cresce e padrões de vida desaceleram e caem. Depressão e desepero começam a se espalhar, conforme a realidade de ser uma propriedade se impôem para a população em geral. A solução apra isso é mais propaganda, medicamentos antidepressivos, superstição, guerras, campanhas morais de todo o tipo, a criação de "inimigos", a incultação do patriotismo, medos coletivos, paranóia quanto a estrangeiros e imigrantes e por ai vai.

É essencial entender a realidade do mundo. Quando você olha para um mapa do mundo, você não está olhando para países, mas para fazendas. Foram-lhe concedidas certas liberdades - limitado direito a propriedade, direito de ir e vir, direitos de se associar e de ocupação - não porque o seu governo aprove estes direitos por princípio, ja que ele constantemente os viola, mas sim porque gado de Pecuária Extensiva é muito mais barato de se possuir e muito mais produtivo.

É importante entender a realidade das ideologias. Capitalismo de Estado, Socialismo, Comunismo, Fascismo, Democracia. Estas todas são abordagens de administração pecuária. Algumas funcionam bem por longos períodos: CAPITALISMO DE ESTADO. E algumas funcionam muito mal: COMUNISMO. Elas todas fracassem no fim, porque é imoral e irracional tratar seres humanos como gado. O recente crescimento da "liberdade" na China, Ìndia e Ásia, está ocorrendo porque os fazendeiros locias do Estado melhoraram suas práticas de administraçã pecuária. Eles reconhecem que colocar as vacas em um curral maior dá aos governantes mais leite e carne.

Os governantes também reconheceram que se eles te impedirem de ir embora da fazenda, você ficará deprimido, inerte e improdutivo. Um servo é mais produtivo quando ele imagina que ele é livre. Assim, os seus governantes precisam te dar a ilução de liberdade para te ordenhar mais eficientemente. Assim, você tem a permissão para partir, mas nunca para a liberdade real, apenas para outra fazenda, porque o mundo todo é uma fazenda. Eles te impedirão de levar muito dinheiro, eles vão te enterrar em papeladas sem fim, eles irão restringir o seu direito de trabalhar, mas você é "livre" para partir. Devido a estas dificuldades, muito poucas pessoas partem de fato, mas a ilusão de mobilidade é mantida. Se apenas uma de mil vacas escapa, mas a ilusão de escpar aumenta significativamente a produtividade das 999 restantes, ainda há um ganho líqudo para o fazendeiro.

gadum1

Você também é mantido na fazenda através de licenciamento. O gado mais produtivo são os profissionais, então os governantes colocam neles um colar canino eletrônico chamado LICENÇA, que apenas os permite praticar suas atividades nas suas próprias fazendas. Para criar ainda mais a ilusão de liberdade, em certas fazendas o gado tem permissão para escolher entre alguns fazendeiros, que os investidores oferecem. No melhor dos casos, são-lhes oferecidas pequenas escolhas quanto a como eles são administrados. Nunca lhes é dada a escolha de fechar a fazenda e de serem verdadeiramente livres.

Leia também - O veneno da Monsanto ja criou ervas resistentes...

Escolas do governo são cercadihos para a doutrinação do gado. Eles treinam as crianças para "amar" a fazenda e para temer a verdadeira liberdade e independência e atacar qualquer um que questione a brutal realidade da propriedade sobre seres humanos. Além disso, eles criam empregos para os intelectuais dos quais a propaganda estatal tanto depende.

As ridículas contradições do Estadismo, como as da religião, podem apenas ser sustentadas através de interminável propaganda, infligida sobre crianças indefesas. A idéia de que a Democracia e algum tipo de contrato social, justifica o brutal exercício de poder violento sobre bilhões, é patentemetne ridícula.

Se você dia para um escravo que os ancestrais dele "escolheram" a escravidão e, portanto, ele esta obrigado pelas decisões deles, ele simplesmnte dirá: "Se escravidão é uma escolha, então eu escolho não ser escravo." Essa é a afirmação mai assustadora para as classes governantes e por esse motivo trinam seus escravos para atacar qualquer um que se atreva a dizer isso.

Estadismo não é uma filosofia.
Estadismo não se origina de evidências históricas ou princípios racionais.
Estadismo é uma justificativa "ex-post facto" para a propriedade sobre seres humanos.
Estadismo é uma desculpa para a violência.
Estadismo é uma ideologia e todas as ideologias são variações sobre práticas de gerenciamento de gado humano.

Religião é uma superstição enfeitada, projetada para drogar crianças com medos que elas eternamente pagarão para terem "aliviados".

Nacionalismo é chauvinismo enfeitado, projetado para provocar uma Síndrome de Estocolmo no gado.

O oposto da superstição não é outra superstição, mas a VERDADE.
O oposto da ideologia não é uma ideologia diferente, mas EVIDÊNCIA CLARAS E PRINCÍPIOS RACIONAIS.
O oposto de superstição e ideologia - de Estadismo - é filosofia.

Razão e coragem irão nos libertar,
Você não tem que ser gado.
Tome a pílula vermelha!
A C O R D E !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

e utiliza o MODELO COOPERATIVO FAMILIAR.

"Uma socieade que considere todos os seres humanos como iguais, que funcione como uma FAMÍLIA global, utilizando um modelo enconômica COOPERATIVO em substituição do atual modelo novicamente COMPETITIVO."

www.novacomunidade.org

"VOCÊ SENTIU A SUA VIDA INTEIRA QUE TEM ALGO ERRADO COM O MUNDO, VOCÊ NÃO SABE O QUE É, MAS ESTÁ LÁ COMO UMA FARPA EM SUA MENTE, TENTANDO TE DEIXAR LOUCO! VOCÊ SABE DO QUE EU ESTOU FALANDO? MATRIX !!! A MATRIX ESTÁ EM TODOS OS LUGARES, ESTÁ EM VOLTA DE NÓS, MESMO AGORA NESSE CÔMODO, VOCÊ PÓDE VER QUANDO OLHA PELA JANELA OU QUANDO LIGA SUA TELEVISÃO. VOCÊ PODE SENTI-LA QUANDO VAI PARA O TRABALHO, QUANDO VAI PARA A IGREJA, QUANDO PAGA OS IMPOSTOS. É O MUNDO QUE COLOCARAM EM FRENTE AOS NOSSOS OLHOS PARA NOS CEGAR DA VERDADE! QUE VERDADE? QUE VOCÊ É UM ESCRAVO, COMO TODO MUNDO QUE NASCEU EM CATIVEIRO, NASCEU EM UMA PRISÃO, MAS VOCÊ NÃO PODE CHEIRAR, SENTIR OU TOCAR...UMA PRISÃO PARA A SUA MENTE !!!" (MORPHEUS - "MATRIX")

La no fundo você sempre soube a verdade, que nada disso precisa ser desse jeito. Existe mais coisas na vida do que nos foram contadas, que a sua vida tem um grande propósito. Você está aqui para ACORDAR !!!!!

 

Quebre as correntes.......SEJA a mudança !!!!

 gadum3

Minha avó era uma pessoa maravilhosa. Ela me ensinou a como jogar o jogo monopólio. Ela entendeu que o nome do jogo é adquirir, ela acumularia tudo que pudesse e eventualmente ela se tornava a dona da mesa. E ela sempre diria a mesma coisa para mim, ela olharia para mim e diria: "Um dia você aprenderá a jogar o jogo." Em um verão eu joguei monopólio quase todos os dias, o dia todo e naquele verão, e aprendi a jogar o jogo. Eu compreendi que o único modo de ganhar, é tendo total comprometimento com adquisição.

Eu vim a entender que dinheiro e propriedades, esse é o jeito que se mantém os pontos e pelo fim daquele verão eu estava mais impiedoso que a minha avó, eu estava pronto para burlar as regras para ganhar aquele jogo. E eu sentei para jogar com ela naquele outono, eu tirei tudo que ela tinha, eu assisti ela dar seu último dólar e sair emtoal derrota. E então ela tinha mais uma coisa para me ensinar, então ela disse: "Agora tudo volta para a caixa."

Todas aquelas casas e hotéis, todas as ferrovias e empresas de serviço público, todas aquelas propriedades e todo aquele maravilhoso dinhiro....agora tudo volta para a caixa. Nada daquilo foi realmente seu. Você ficou todo empolgado com isso por um tempo. Mas aquilo ja estava lá há muito tempo antes de você sentar na mesa e vai continuar aqui depois que você ir. Jogadores vem jogadores vão, casas e carros, títulos e roupas, até o seu corpo. Porque a verdade é que tudo que eu agarro, consumo ou guardo vai voltar para a caixa e eu vou perder tudo.

Você tem que se perguntar, quando você tiver a promoção final, quando fizer a compra final, quando comprar a casa final, quando você armazenou para sua segurança financeira e subido na escada do sucesso até o último degrau possível... e a excitação passar (porque ela VAI passar...).... e então, O QUE???? O quão longe você precisa ir nessa estrada antes qe veja para onde ela leva?

Certamente você entende que nunca será o suficiente! Então você tem que se perguntar: O que importa? O que faz você ansiar? Que tipo de situação você gostaria...Vamos supor, eu faço isso seguido em orientação profissional para estudantes. Eles vem até mim e dizem: "Bem, nós estamos terminando a faculdade e nós não temos a menor idéia do que queremos fazer". Então eu sempre faço a pergunda: "O que você gostaria de fazer se dinheiro não existisse?Como você realmente gostaria de viver sua vida?"

Bem, é tão incrível como o resultado do nosso sistema educacional, um rebanho de estudantes e dizem: "Bem, nós gostaríamos de ser pintores, goataríamos de ser poetas, escritores, mas como todos sabem, você não pode ganhar nenhum dinheiro desse jeito". Outra pessoa diz, bem eu gostaria de ter uma vida ao ar livre, andar a cavalo. Eu digo, você quer ensinar em uma escola de montaria? Vamos por ai, o que você quer fazer?

Leia também - Caso Watergate

Quando nós finalmente chegamos a algo que o indivíduo diz que realmente quer fazer, eu diria a ele, você faz isso e... esqueça o dinheiro. Uh, porque se você dizer que conseguir dinheiro é a coisa mais importante, você viverá sua vida disperdiçando completamente seu tempo. Você estará fazendo coisas que você não gosta, para viver uma vida que você faz o que não gosta, o que é estúpido. Melhor ter uma vida pequena, que é cheia do que você gosta de fazer do que uma longa vida vivida de uma forma miserável. E afinal se você realmente gosta do que você está fazendo, não importa o que seja, você pode eventualmente inverter isso, você pode eventualmente se tornar um mestre nisso.

O único jeito de se tornar um mestre em algo, é se você realmente gosta.

 

Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=SrQLDImKles
           https://www.youtube.com/watch?v=RU6edrUKLd4

Compartilhe

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Translate

Portuguese English French German Italian Russian Spanish

Curta nossa página

Mundo

Publicidade