HISTÓRIA E CULTURA

Expedição Jari: O Projeto de colonização nazista na amazônia

naziamazon116/01/2022, por Isabela Barreiros - Um controverso monumento contendo uma suástica pode ser visto no extremo sul do Amapá. Seu contexto é, no mínimo, macabro. Uma cruz de mais ou menos três metros desperta a curiosidade de quem passa pela cidade de Laranjal do Jari, no Amapá. Ela pode ser observada à distância, ainda por quem navega pelo rio Jari, a única entrada possível para a região. Contendo uma suástica, mais curiosa ainda é a origem do grande monumento, que remonta aos anos 1930. Naquela época, ideologias de extrema-direita tentavam se expandir para além de seus berços. No caso do nazismo, os alemães montavam comitivas a fim de levar o pensamento ...

Futuro do trabalho: óculos inteligentes, hologramas e robôs equipados com IA mudarão nossos empregos

futurotraba117/04/2022 - O futuro de como trabalhamos incluirá, em alguns anos, óculos inteligentes que transportam trabalhadores para ambientes de realidade aumentada ou virtual, comunicando-se com seus colegas de trabalho por meio de um holograma de qualquer lugar do mundo ou confiando em robôs alimentado por inteligência artificial para ajudar a executar as operações de fabricação. Essa é a direção que a tecnologia está tomando, diz Cristiano Amon, presidente e CEO da empresa de chips sem fio Qualcomm.

Guerra da lagosta, a guerra que não houve

guerralagosta1Por João Lara Mesquita 15/02/2021 - Durante a chamada ‘Guerra da Lagosta’ as aeronaves de patrulha da FAB tiveram papel fundamental na vigilância dos navios franceses. Na foto, o contratorpedeiro da Marinha Francesa Tartu é sobrevoado por um RB-17G da FAB. Ela faz parte de nosso folclore e, além disso, de nossa história marítima. Apesar do nome, foi uma guerra que nunca aconteceu. Chegou perto, passou raspando. Mas, de guerra mesmo só ficou o nome com que a contenda entrou para a história.
 

A Reforma Protestante

reforprotesta1O processo de reformas religiosas teve início no século XVI. Podemos destacar como causas dessas reformas: abusos cometidos pela Igreja Católica e uma mudança na visão de mundo, fruto do pensamento renascentista. A Igreja Católica vinha, desde o final da Idade Média, perdendo sua identidade. Gastos com luxo e preocupações materiais estavam tirando o objetivo católico dos trilhos. Muitos elementos do clero estavam desrespeitando as regras religiosas,