CURIOSIDADES

Além da História: A Surpreendente Teoria que Questiona a Morte de Alexandre, o Grande

grandealex12020 - Em uma nova abordagem, um pesquisador argumenta que o monarca macedônio ainda não havia falecido quando foi sepultado. A estudiosa fundamenta sua teoria em um fato que, na época, era considerado como uma evidência da divindade de Alexandre. Após mais de dois milênios, permanece sem solução o enigma em torno do falecimento de Alexandre, o Grande (356 a.C. - 323 a.C). A narrativa mais aceita relata que ele adoeceu após uma noite de excessos e veio a falecer pouco depois.

A hipótese sugere que, diante de um quadro febril, o rei da Macedônia perdeu gradativamente os movimentos até, de fato, sucumbir. No entanto, uma pesquisa recentemente divulgada na revista Ancient History Bulletin indica que sua morte pode ter sido substancialmente diferente do que se imaginava.

Antigos registros indicam que o corpo de Alexandre não exibiu sinais de decomposição mesmo sete dias após sua morte, levando os contemporâneos a interpretarem isso como um indício de sua "divindade". No entanto, conforme a perspectiva de Katherine Hall, autora do estudo e professora na Universidade de Otago (Nova Zelândia), não há nada de sobrenatural nessa narrativa.

A estudiosa sugere que o rei da Macedônia possivelmente foi acometido pela Síndrome de Guillain Barré, uma condição na qual o sistema imunológico ataca os nervos que conectam o cérebro a outras partes do corpo. Os sintomas incluem fraqueza muscular e alteração do nível de consciência, podendo, em alguns casos, afetar os pulmões e comprometer a respiração.

Caso a teoria de Katherine Hall esteja correta, é possível que Alexandre, o Grande, tenha sido declarado morto enquanto ainda estava vivo. Segundo a pesquisadora, dado o estado precário das tecnologias médicas no Império Macedônico, não se pode descartar a possibilidade de um erro de diagnóstico. Em entrevista à emissora norte-americana FOX News, ela afirmou: "Existe a chance de que ele estivesse consciente do que ocorria ao seu redor e pudesse, ao menos, escutar. Portanto, ele teria ouvido seus generais debatendo a sucessão, percebido a chegada dos embalsamadores egípcios e sabido que estavam prestes a iniciar seu trabalho..."

REFERENCIAS:   YOUTUBE

                          WIKIPÉDIA

                          HISTORIA HOJE

                          HISTÓRIA INCRÍVEL