Hidrocolonterapia

hidrocolon1Hidrocolonterapia é um método de limpeza profunda do cólon (intestino grosso), onde água morna e purificada é introduzida suavemente no cólon através de um pequeno tubo retal esterilizado e descartável. A água circula nas paredes do cólon desde o reto até o apêndice, irrigando-o, hidratando-o e estimulando a evacuação. Quando a água é expelida, ela carrega consigo resíduos e gases presos, que se acumulam no intestino grosso. Como a água circula na totalidade do cólon, essa irrigação limpa e ...

desintoxica profundamente suas mucosas, fazendo desgrudar material que fica estagnado as vezes por décadas.  Este método tem sido um instrumento terapêutico de eficácia comprovada há milênios na Índia, no Egito e Grécia Antigos. A irrigação intestinal foi registrada pela primeira vez em 1500 a.C. Papiros indicam que os faraós eram adeptos praticantes de lavagens intestinais. Mais tarde, em 450 a.C., esta prática foi comprovada por Hipocrates, o pai da medicina, para tratamento de febres. Através dos séculos a irrigação intestinal foi utilizada como tratamento de saúde.

Leia também - Haloterapia

Hoje, com modernos avanços tecnológicos em  equipamentos, segurança, educação e terapeutas especializados, a hidrocolonterapia é uma modalidade que se destaca na medicina alternativa, tanto brasileira como internacional.


O que é o sistema aberto de hidrocolonterapia?

hidrocolon2


O sistema aberto permite ao cliente estar em controle  de algumas etapas do tratamento. É o próprio cliente que, inclusive, poderá inserir seu tubo retal com total privacidade e conforto.

Uma vez que o fluxo de água é ligado, o cólon irá receber gentilmente a água até o máximo da tolerância de cada indivíduo. O cliente então passará a sentir necessidade de evacuar, o qual poderá fazê-lo naturalmente sem sequer mudar de posição. Um tubo transparente  permite a visualização dos resíduos fecais expelidos.

Devido ao fluxo de água contínuo durante  o tratamento, os músculos do intestino são ativados, contribuindo para uma evacuação mais natural e suave, proporcionado um excelente treino para o cólon.

Usamos o equipamento LIBBE™ (Lower Intestinal Bottom Bowel Evacuation) – sistema aberto, reconhecido e aprovado pelo FDA- Departamento de Saúde dos EUA como um dos mais modernos, eficientes e confortáveis equipamentos encontrados hoje na hidrocolonterapia.


Contra-indicações


Enfermidades cardíacas severas, hipertenção arterial não controlada, ameurisma, hemorragia ou perfuração do trato intestinal, hemorróidas severas, carcinoma de cólon, fístulas ou fissuras no cólon, gravidez a partir dos 4 meses, insufiência renal e cirurgia recente no cólon.

 

O uso de um laxativo não produziria o mesmo resultado?


Laxantes são substâncias químicas que irritam tremendamente as paredes do intestino causando desidrataçâo e dependencia. Em contraste, a hidrocolonterapia utiliza água natural, morna, filtrada e purificada que não agride o corpo, mas sim, irriga completamente, hidrata e estimula todas as paredes do cólon facilitando a evacuação.


Previna doenças com a hidrocolonterapia

Leia também - Hidrozonioterapia

Por Daniela Jobost - Hoje em dia, nossa alimentação, na maioria das vezes, é repleta de alimentos ácidos que prejudicam a saúde. Adoçantes, açúcar refinado, refrigerantes, alimentos industrializados, café, bebidas alcoólicas e farinhas brancas são alguns exemplos. Já os alimentos alcalinizantes, como frutas, água e o azeite de oliva, que poderiam diminuir a acidez, são pouco ingeridos, desestabilizando dessa forma, o pH do organismo.

Em conseqüência disso, ficamos mais predispostos a doenças e algumas funções do organismo ficam debilitadas, já que sem a assimilação adequada de nutrientes e minerais, nosso organismo rouba os componentes que necessita dos órgãos e ossos, para que consiga se neutralizar. Assim, o problema de acidez é resolvido, porém em longo prazo podem surgir problemas como debilidade de nossos órgãos, doenças e alguns sintomas. Por exemplo:

- gases, cólicas, diarréias e abdômen distendido;
- candidíase;
- insônia;
- depressão, alterações no humor;
- rinite, alergias;
- enxaqueca;
- diminuição ou perca do apetite sexual;
- stress, cansaço, entre outros.

Para que isso não ocorra, é recomendável realizar a limpeza do intestino (hidrocolonterapia) que, aliada a uma dieta balanceada, pode desintoxicar o organismo e trazer diversos benefícios à saúde, pois elimina o excesso de resíduos ácidos no organismo.

O tratamento é simples: a hidrocolonterapia desintoxica o organismo por meio da retirada das fezes e restos de alimentos, aderidas ao longo dos anos nas paredes do intestino grosso, com o auxílio de água ozonizada.

O tratamento é excelente e, ao contrário do que as pessoas podem pensar, não é incômodo, nem doloroso, graças aos equipamentos utilizados. Além disso, a hidrocolonterapia traz muitos benefícios à saúde.


Hidrocolonterapia só sob prescrição médica

hidrocolon3


2010 - Por: Priscilla Nery.Você já ouviu falar em hidrocolonterapia? Esse método de lavagem intestinal é atualmente oferecido por várias clínicas de saúde, sob a afirmação de proporcionar diversos benefícios, como melhorias para a pele, amigdalites e até enxaquecas.

 O processo oferecido na maioria dessas clínicas consiste na introdução de água morna e filtrada no intestino grosso, através de uma sonda introduzida no reto do paciente. Mas não é a forma indicada por médicos.

A hidroterapia do cólon já era praticada no Egito antigo e se apoia na teoria da "auto-desintoxicação", que relaciona as fezes acumuladas no intestino à formação de toxinas que seriam reabsorvidas pelo nosso organismo, "envenenando-o". Entretanto, especialistas alertam para os riscos da técnica. "A introdução de água pode trazer lesões ao intestino", afirma Vladimir Schraibman, gastroenterologista e cirurgião do aparelho digestivo do Hospital Israelita Albert Einstein. De acordo com ele, a hidrocolonterapia é normalmente realizada com uma solução de soro fisiológico que liquidifica as fezes, facilitando sua eliminação.

O médico informa ainda que esse procedimento deve ser feito apenas sob prescrição profissional. "Não há recomendação para população comum. Deve ser realizado apenas sob orientação médica, para quem tem intestino preso por diversas razões, como pacientes cadeirantes ou que tomem analgésicos fortes (Tramal ou Tilex, por exemplo) ou até antidepressivos".

Também não é recomendado que essa lavagem intestinal seja realizada em qualquer ambiente, pois é necessário o máximo de higiene para que o paciente não contraia alguma infecção. Portanto, como orienta Vladimir, deve ser feita somente em ambiente hospitalar, onde há cuidados com a limpeza e profissionais capacitados para o manuseio dos equipamentos utilizados.

Outro risco é que as clínicas oferecem "pacotes" de tratamento para seus clientes, ou seja, os pacientes não passam pela hidroterapia do cólon apenas uma vez. Embora esse método traga uma sensação de conforto - por vezes imediato -, pode trazer prejuízos mais tarde. "Ele não deve ser feito rotineiramente, sob o risco de desequilibrar a flora intestinal (eliminando as bactérias que residem no intestino)". A pessoa que realmente precisa da lavagem precisa inclusive tomar probióticos (saches de bactérias) para estabilizar a flora.

Leia também - Você colocaria fogo na própria cara para ficar mais jovem?

Além disso, quem faz essa limpeza constantemente, por exemplo, corre risco de não evacuar mais sozinha. Se o indivíduo sofrer de algum tipo de inflamação intestinal ou fez cirurgia recente no intestino também não deve fazer.

Mas o que dizer dos benefícios prometidos pelas clínicas de saúde? O gastroenterologista admite que existe uma relação entre a melhora de algumas doenças, porém reforça que não é exatamente a hidrocolonterapia que proporciona tais resultados - e sim a eliminação das fezes. "A pessoa ‘enfezada’ realmente fica mais irritada, com uma sensação ruim. Como resultado da hidrocolonterapia, a pessoa se sente mesmo mais leve. Mas os benefícios são efeitos indiretos".

Assim, é sempre importante procurar um especialista e fazer uma avaliação antes de qualquer procedimento desse tipo. Muitas vezes, o problema poderá ser resolvido com uma dieta balanceada ou algum medicamento que não colocará a saúde do indivíduo em risco.


Fonte: http://www.hidrocolonix.com.br
            http://cyberdiet.terra.com.br
            http://www.hidrocolon.com.br

Compartilhe

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Translate

Portuguese English French German Italian Russian Spanish

Curta nossa página

Mundo

Publicidade