As bebidas energéticas são mais perigosas do que pensamos: os cardiologistas lançam um aviso

benerg1Bebidas energéticas, também conhecidas como energy drinks, podem ser compradas livremente em qualquer supermercado. Não há restrições quanto à quantidade ou idade do consumidor, mas essas bebidas podem causar sérios danos a quem as bebe. Os estudos que investigaram as respostas do corpo ao consumo constante são inúmeros e todos concordam que as bebidas energéticas devem ser evitadas: elas são mais perigosas do que você imagina.

Elas geralmente são consumidas por aqueles que precisam melhorar seu desempenho físico e mental - são muito usados ??entre estudantes e em academias de ginástica. Estas bebidas são ricas em cafeína e açúcares, ingredientes essenciais para o bom funcionamento dos músculos e do cérebro. Mas elas também têm inúmeros efeitos colaterais. Um estudo dinamarquês verificou que os efeitos negativos resultantes do consumo de bebidas energéticas apareceram em 42% dos participantes.

Leia também - Doação de leite materno

Quais são os efeitos colaterais das bebidas energéticas?

Ansiedade e inquietação
Insônia
Taquicardia

Em pessoas já predispostas à problemas cardíacos, ansiedade e ataques de pânico, os efeitos também podem chegar a algo mais grave, pois aumentam o batimento e a pressão arterial. Infelizmente, essas bebidas são muito comuns entre os jovens, que perdem facilmente o controle do que fazem: um menino morreu depois de ingerir muitas bebidas energéticas enquanto jogava videogame. Não devemos esquecer que, sendo bebidas muito doces, elas também criam uma forte dependência. Se você conhece alguém que usa mal esses produtos, tente informá-lo sobre os seus efeitos colaterais: se a pessoa em questão for uma criança, é muito importante que pare de tomar o mais rápido possível.

benerg2

Fonte: https://www.olhaquevideo.com.br

Compartilhe

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Translate

Portuguese English French German Italian Russian Spanish

Curta nossa página

Mundo

Publicidade