Empresa holandesa começa a construir a primeira fazenda flutuante do mundo

fazemu126/09/2018, por Soraia Alves - Os danos causados pela passagem de furacões nos Estados Unidos inspiraram a empresa holandesa Beladona a projetar a primeira fazenda flutuante do mundo, que seria resistente a furacões e teria robôs como mão de obra. O projeto já está sendo desenvolvido na cidade de Roterdã, a cerca de 80 quilômetros de Amsterdã, curiosamente uma região sem ameaças de furacão.

A fazenda abrigará 40 vacas, que ficarão no primeiro piso do prédio e serão ordenhadas por robôs, produzindo uma média de 211 galões de leite por dia. O segundo andar da fazenda será dedicado ao maquinário de processamento e embalagem dos laticínios, e o terceiro andar serpa voltado para o cultivo de grama que alimentará os animais.

Leia também - Cientistas conseguem fazer teletransporte de um átomo inteiro

A ideia liderada pelo casal Van Wingerden e Peter van Wingerden é garantir que, mesmo com adversidades climáticas, o fornecimento de produtos frescos aos mercados não seja afetado. O projeto da empresa ainda prevê a criação de outras fazendas flutuantes voltadas para diversas produções, incluindo estufas agrícolas e granjas.

fazemu2

Nesta estrutura, as vacas ficarão no primeiro piso junto aos robôs que as ordenharão. Já no segundo andar ficarão as máquinas para processar e embalar laticínios. No terceiro piso, haverá um cultivo de grama para as vacas comerem. A Beladon também pretende processar e vender esterco como fertilizante natural.

Três Níveis

A fazenda da Beladon, que terá três níveis e está ancorada no fundo do oceano, deve ser iaugurada no final de 2018 e produzir cerca de 800 litros de leite por dia. Peter van Wingerden, engenheiro da Beladon, teve a ideia em 2012 quando estava em Nova York trabalhando em um projeto habitacional flutuante no rio Hudson. Lá, o furacão Sandy atingiu as ruas da cidade e danificou suas redes de transporte. A entrega de mercadorias ficou prejudicada e após dois dias foi difícil encontrar produtos frescos nas lojas. “Fiquei pensando na necessidade de produzir alimentos o mais próximo possível dos consumidores”, diz van Wingerden.”Então surgiu a idéia de produzir alimentos frescos de maneira adaptável ao clima na água”.

fazemu3

“NÃO PODEMOS MAIS CONFIAR NOS SISTEMAS DE PRODUÇÃO DE ALIMENTOS DO PASSADO”, DIZ ELE.

Mais tarde, sua equipe começou a trabalhar no projeto e conversou com a Autoridade Portuária em Roterdã. Apesar das hesitações iniciais sobre o potencial ruído e cheiro, o porto deu a Beladon um espaço para construir um protótipo. Desde então, a fazenda tomou forma, e no início deste verão europeu sua plataforma flutuante foi movida por barcaças de Zaandam, no norte da Holanda, para Roterdã. A esposa de Peter e sua parceira de negócios, Minke van Wingerden, diz que a fazenda começará com 40 vacas, o suficiente para o empreendimento equilibrar. Mas ela diz que é “facilmente escalável”, com operações maiores prometendo “eficiências óbvias”. A fazenda também pretende reutilizar e reciclar o máximo que puder. “Pelo menos 80% do que nossas vacas comem serão resíduos da indústria alimentícia de Roterdã”, diz o gerente geral da fazenda, Albert Boersen.

Leia também - Carrinho de supermercado gerando eletricidade

Isso pode incluir grãos descartados por cervejarias locais, restos de restaurantes e cafés, subprodutos de moinhos de trigo locais e até aparas de grama, todos coletados e entregues em caminhões elétricos fornecidos pela empresa local de “resíduos verdes” GroenCollect. “Também cultivaremos lentilha como alimento para os animais”, diz van Wingerden. “É rica em proteína, cresce rapidamente e pode ser cultivada com urina de vaca. Teremos uma instalação de quatro ou cinco plataformas verticais cultivando a planta sob luzes LED especiais.”

fazemu4

fazemu5

O projeto ainda gerará parte de sua própria energia – hidrogênio produzido por eletrólise alimentada por painéis solares. Uma vez em funcionamento, a fazenda irá produzir e pasteurizar leite e iogurte no local e vendê-lo em Roterdã. Também irá processar e vender o esterco das vacas.

 

Fonte: https://www.b9.com.br/
           https://casavogue.globo.com/
           https://www.comprerural.com

Compartilhe

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Translate

Portuguese English French German Italian Russian Spanish

Precisando de um notebook novo?
LNVACE10

Curta nossa página

Mundo

Publicidade