Verdades Incovenientes

As Operações dos Bancos "Fantasmas" Internacionais

banco1Existe toda uma série de safras sucessivas de bancos fantasmas que às vezes tentam apanhar clientes ingénuos para enganá-los. Inicialmente eram os bancos de Antigua (um paraíso fiscal do Caribe, onde existem também vários bancos sérios). Depois vieram os bancos de Nauru (outro paraíso fiscal no oceano pacifico, este quase só para vigaristas e lavadores de dinheiro). Hoje existem vários novos países que oferecem patentes bancárias "fáceis", ...

Leia mais...

Multimistura X Multinacionais

dsc00407( Leia em "Qualidade de Vida / A Multimistura, uma matéria completa sobre a MULTIMISTURA ) 2008 - PIONEIRA Há mais de três décadas Clara Brandão criou um composto alimentar que revolucionou a nutrição infantil. Mas infelizmente nossos governantes insistem em ignorar... A cena foi comovente. O vice-presidente José Alencar preparava-se para plantar uma árvore em Brasília quando foi abordado por uma nissei de 65 anos e 1,60 m de altura. Era manhã da quinta-feira 6. A mulher começou a mostrar fotografias de crianças esqueléticas, brasileiros com silhueta de etíopes, mas que tinham sido recuperadas com uma farinha barata e acessível, batizada de 'multimistura' .

Leia mais...

Paraisos Fiscais

paraisofParaísos fiscais são estados nacionais ou regiões autónomas onde a lei facilita a aplicação de capitais estrangeiros, oferecendo uma espécie de dumping fiscal, com alíquotas de tributação muito baixas ou nulas. Atualmente, na prática, ocorre a facilidade para aplicação dos que são de origem desconhecida, protegendo a identidade dos proprietários desse dinheiro, ao garantirem o sigilo bancário absoluto. São territórios marcados por grandes facilidades na atribuição de licenças para a abertura de empresas, além de os impostos serem baixos ou inexistentes. São geralmente avessos à aplicação das normas de direito internacional que tentam controlar o fenómeno da lavagem de dinheiro.

Leia mais...

Laboratório Pfizer será julgada por suicídios após uso de remédio

remedio12010 - Começa no próximo dia 22 de fevereiro o julgamento de mais uma das ações contra os laboratórios Pfizer, em que se discutem os danos causados pela droga Neurontin. A farmacêutica é processada em 1,2 mil ações, sob acusação de que o remédio usado para controlar ataques epiléticos estaria levando pacientes ao suicídio. As informações são do site The American Lawyer. A nova batalha engloba três compradores do remédio, em lotes industriais: os convênios hospitalares Aetna, Guardian Life Insurance e Kaiser Foundation Health Health Plan.

Leia mais...

Translate

Portuguese English French German Italian Russian Spanish

Curta nossa página

Mundo

Publicidade