Meninos de Deus

mendetopo2Meninos de Deus, no original Children of God (COG), depois conhecidos como Família do Amor, a Família, e agora a Família Internacional - The Family International (TFI), é um novo movimento religioso, amplamente referido como uma seita, que teve início em 1968 em Huntington Beach, Califórnia, Estados Unidos. Foi uma dissidência do Jesus Movement do final dos anos 1960, com muitos dos seus primeiros convertidos saídos do movimento hippie. Esteve entre os movimentos que inflamaram a controvérsia sobre as seitas nos anos 1970 e 1980 nos Estados Unidos e na Europa e provocaram o primeiro movimento antiseita, o FREECOG (The Parents' Committee to Free Our Children from the Children of God).

A medida que o grupo cresceu e se expandiu ao redor do mundo, sua mensagem também se espalhou - salvação, apocalipticismo, "revolução" espiritual contra o mundo exterior que eles chamavam de "O Sistema" e a polêmica resultante. Em 1974, implantou um método de evangelismo chamado Flirty Fishing: usar o sexo para demonstrar o amor de Deus e ganhar conversões. Flirty Fishing tem sido comparado à prostituição religiosa. A prática foi interrompida em 1987. Seu fundador e líder profético, David Berg, se comunicava com seus seguidores via Cartas de Mo - cartas de instrução e conselho sobre muitos tópicos espirituais e práticos - até sua morte no final de 1994.[1] Depois de sua morte, sua viúva, Karen Zerby, tornou-se líder da FI.

A sexualidade liberal do grupo e sua publicação e distribuição de escritos, fotos e vídeos advocando e documentando contato sexual entre adultos e crianças e a sexualização de crianças levou a inúmeras denúncias de abuso sexual de menores. Um número de investigações acadêmicas e judiciais nos anos 1990 chegou a conclusão de que a FI é um ambiente seguro para o desenvolvimento infantil, porém, tais investigações também ressaltaram problemas no passado. A liderança da FI, admitindo que apenas algumas crianças sofreram abusos entre 1978 e 1986, criou regras proibindo disciplina excessiva e qualquer contato sexual entre adultos e menores. Aqueles que abusarem de crianças após dezembro de 1988 são excomungados da FI, no entanto, não houve qualquer tentativa por parte de membros da FI de reconhecer ou reparar os abusos ocorridos nos vinte anos anteriores. A FI requer que indivíduos que denunciem abuso infantil a uma autoridade ou iniciem um processo legal contra o acusado, deixem os lares comunitários do grupo e se transfiram para uma outra categoria de afiliação até que o litígio se resolva, tendo depois de reaplicar para o seu status anterior se quiserem retornar.


A Arte Bizarra e Assustadora da Seita Meninos de Deus


O movimento Meninos de Deus foi criado em 1968 em Huntington Beach, Califórnia, pelo ex-pastor David Brandt Berg, conhecido por seus seguidores como Moisés Davi, Mo, Rei Davi, Papai e Vovô. Sendo essencialmente um culto comunista, fundado sob a ideia de se juntar para fazer proselitismo com a palavra de Jesus nas ruas, o grupo mantinha uma ideia de Cristianismo do “Velho Mundo”, que, pelo menos na visão de Berg, se centrava principalmente em sexo. Na época em que a organização mudou de nome para Família do Amor, em 1978, o ex-pastor tinha introduzido um processo chamado “pesca de flerte” em que as mulheres do grupo transavam com homens considerados novos membros em potencial.

O uso do sexo dentro da Família não acabava no estágio de recrutamento. Quando o grupo mudou seu nome mais uma vez, em 1987, para simplesmente “A Família”, surgiram diversas alegações de sequestro, pedofilia e abuso sexual contra essa “família”. Nesta época, sua presença já se extendia para vários países do mundo. Seis anos depois, mais de 70% de seus 10 mil membros eram menores de 18 anos, agindo segundo um conjunto de parâmetros restritos e insanos criados por Berg e por sua esposa, Karen Zerby, que ainda comanda a organização sob o nome atual: Família Internacional.

Parafraseei as 20 ideias fundamentais da Família abaixo:

1. Deus ama sexo, porque sexo é amor.

2. Satanás odeia sexo, porque sexo é lindo.

3. Incesto é OK, porque não há lugar melhor para um jovem aprender sobre isso do que com a própria mãe.

4. Crianças de 11 anos já podem engravidar, então por que não poderiam fazer sexo?

5. Transar com o seu avô é incrível.

6. Todo mundo é casado com todo mundo.

7. As crianças devem receber educação pelo menos até a oitava série, fornecida pelos pais; se a criança quiser continuar os estudos, depende “de os pais dizerem se isso está em conformidade com o lar”.

8. Fotos de membros da congregação nus dão ótimos marcadores de página para a Bíblia.

9. Tudo bem mentir para não crentes com o fim de proteger o trabalho de Deus.

10. Homens não devem ser gays, mas mulheres gatas são sempre lésbicas.

11. Masturbação é fazer sexo com Jesus. Quando um homem está fazendo sexo com Jesus, ele não é mais um homem, e sim a esposa de Jesus, logo não é mais sexo entre homens, então tudo bem.

12. Quando você está fazendo sexo com Jesus, ele gosta de ouvir umas safadezas. Vários panfletos foram criados contendo sugestões de “Palavras de Amor” para se sussurrar e deixar Jesus excitado, incluindo:

– Me abraça, eu Te amo. Venha me preencher.

– Eu quero Você dentro de mim! Me dê Sua semente.

– Você me excita, Jesus, e eu quero sentir Seu amor. Também quero Te excitar!

– Jesus, Você é o Amante dos amantes.

– Eu quero Te sentir, Jesus, Te ver, sentir Teu gosto, Te tocar, transar com Você!

– Tenho que Te ter nos meus braços. Tenho que sentir Teu corpo nu pressionando o meu.

– Quero chupar Teu pênis. Quero chupar Tua semente!

– Sou louco por Você! Sou louco pelo Teu pênis!

– Minha buceta está muito excitada para Você, Jesus!

– Estou molhadinha por Você.

13. Não é muito cristão dizer palavras como “pinto” ou “buceta”, mas tudo bem dizer isso de vez em quando, porque, de acordo com as instruções do senhor, elas são claras. Só não saia falando isso por aí toda hora.

14. As profecias de Jesus são chamadas “sementes douradas” e um bom jeito de recebê-las é chupando sua “vara de ouro” (ou a vara de outro homem, se você for uma mina e não conseguir achar a vara de Jesus, claro).

15. Jesus deveria ter voltado em 1993. E se ele só não voltou nessa época foi porque queria dar mais tempo para a Família crescer.

16. Estupro é uma oportunidade de testemunhar para seu estuprador, e a garota deveria se oferecer de qualquer maneira, porque transar é uma boa maneira de converter pessoas para a Família.

17. “Chaves para o Reino” são palavras poderosas, que podem ser usadas para dar um efeito extra durante as orações. Essas chaves também são OVNIs de poder que se transformam em espadas para lutar contra demônios.

18. Deus permitiu que o 11 de Setembro acontecesse na “Prostituta América” porque as torres representavam a ignorância dos gordos, preguiçosos e ricos.

19. Hitler estava no caminho certo, mas não fez o suficiente, porque judeus são demônios subumanos e o Holocausto nunca aconteceu.

20. O Paraíso é, na verdade, uma “cidade espacial” que existe dentro de uma pirâmide que mede 2.400 quilômetros de altura e de largura, e essa pirâmide está viajando pelo espaço para chegar à Terra ou escondida dentro da Lua.

Agora, como alguém conseguiu construir e disseminar tanta piração? Além de fazer as seguidoras entregarem seus corpos para qualquer cara, o principal método de comunicação de Berg dentro da comuna eram os muitos panfletos que ele escreveu. Ele publicou mais de 3 mil textos, alguns classificados como AD (Apenas para Discípulos), ADA (Apenas para Discípulos e Amigos) e outros para o PG (Público Geral). Alguns escritos precisavam ser mantidos longe dos olhos do mundo, afirmava o ex-pastor, para proteger a família da ira dos não crentes, que poderiam não entender seus ensinamentos:

PARA DEUS NÃO HÁ PROIBIÇÕES SEXUAIS DE NENHUM TIPO, MAS PARECE QUE ELE ODEIA SODOMIA. Mesmo assim, pode haver exceções, desde que sejam pelo amor. A única lei de Deus é o Amor! E isso é perigoso porque o sistema odeia o amor, e as leis dele são voltadas contra as atividades sexuais de todos os tipos, particularmente se tiverem algo a ver com crianças!

Paralelamente a esses textos, o grupo produzia ilustrações para promover suas crenças, cartazes que manifestavam o tom de sua filosofia mais claramente que qualquer profecia ou pregação. Os desenhos iam de propaganda política e religiosa visando as “massas ignorantes” até profecias sobre o que o futuro guardava e, o mais assustador, visualizações no estilo quadrinhos de como um verdadeiro crente deveria viver. Tipo assim:

mende1

A Escrava do Amor de Deus!

Esta é a capa de um panfleto descrevendo a experiência de uma garota que, enojada ao ver o Rei Davi saindo de uma orgia usando “nada mais que um lençol de linho”, acusa-o de atentado ao pudor. Davi fica muito puto e insiste que está fazendo isso pela glória do Senhor, que o fez rei dos reis e tudo mais, e diz que dali pra frente vai ser ainda mais vil. Aí Deus castiga a garota, que se torna estéril e morre sem filhos, um exemplo fornecido por Berg de como você nunca deve hesitar em transar com um homem do Senhor.

mende2

- Vovô, você voltou! Obrigado, Jesus!
- Pode apostar!
- Que sonho maravilhoso!

Aqui temos um vovô relaxando depois do coito com suas duas filhas. Claro que o Vovô é bronzeado, tem uma barba de Jesus e abdômen sarado, porque Deus o recompensou por ter espalhado Seu amor pelo mundo.

mende3

Nossa Cidade Celestial. Nossa cidade sagrada, Nova Jerusalém, mandada do Paraíso por Deus.

Este desenho é mais leve. A cidade parece bem legal, apesar de eu não entender muito bem o que são esses prédios. Gostei do cara usando um cinturão no canto superior esquerdo, lembrando que a estrutura de montanha-russa em forma de diamante é parte da mansão de Deus na Terra, onde agora os humanos podem voar, aparentemente. Claro, o mundo do lado de fora do muro está completamente destruído, o que talvez seja a única parte realista dessa visão do futuro.

mende4

“América, a Prostituta.”

“É assim que Deus vê a América!”, de acordo com este desenho. “Saia dela, antes que ela te pegue!” Eu gosto da ideia do meu país ser um grande corpo humano, mas é meio estranho pensar que Deus olha para baixo e vê uma mulher de pernas abertas, usando um... turbante feito de cobras mortas? Mas a parte dos carros entrando na vagina da América é bem legal.

mendetopo

Por mais engraçadas que algumas dessas imagens sejam, outras revelam que por trás desse discurso velado se esconde algo sinistro e controlador, coisa difícil de entender para quem não está dentro de um culto. É um lembrete de que linguagem e imagem são armas, talvez mais usadas para o mal hoje em dia do que pensamos. A Família Internacional ainda existe. Eles têm um site que representa o grupo como pessoas envolvidas numa missão de amor e fé. Mas independente desse status atual, seus fundamentos continuam sendo bizarros e sombrios.

Fonte: https://pt.wikipedia.org
           https://www.vice.com

Compartilhe

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Translate

Portuguese English French German Italian Russian Spanish

Curta nossa página

Publicidade